FECOAGRO LEITE INICIA SUAS ATIVIDADES EM UBERLÂNDIA FECOAGRO LEITE INICIA SUAS ATIVIDADES EM UBERLÂNDIA
No dia 01 de setembro, o prefeito Odelmo Leão representou o Município de Uberlândia no descerramento da placa que simboliza o início dos trabalhos... FECOAGRO LEITE INICIA SUAS ATIVIDADES EM UBERLÂNDIA

No dia 01 de setembro, o prefeito Odelmo Leão representou o Município de Uberlândia no descerramento da placa que simboliza o início dos trabalhos da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Leite de Minas Gerais (Fecoagro) na cidade. O evento foi oferecido pela Cooperativa Agropecuária Ltda. de Uberlândia (Calu), integrante da federação, e contou com a presença de diversos membros das cooperativas e autoridades mineiras.
A Fecoagro foi idealizada no final do ano passado como entidade de representação institucional e de cooperação técnica que representa as organizações cooperativas do estado. A ideia foi concretizada depois que as lideranças cooperativistas se uniram para lutar pelos interesses das entidades mineiras, buscando a revitalização econômica das cooperativas de leite do estado. As reuniões da federação acontecem mensalmente nos municípios mineiros associados.
“É muito importante que haja a união entorno da federação, para que vocês tenham voz ativa. O benefício para a cidade e para toda a rede produtora de leite de Uberlândia e região será de grande valia”, afirmou Odelmo Leão.
Segundo o presidente da Fecoagro, Vasco Praça Filho, a cadeia produtora de leite é a que mais gera emprego no país. “Em Minas Gerais, quando o produtor tem incentivo, ele consegue aumentar a produção de leite em 15% a 20%. A Federação vem para ajudar na gestão das cooperativas, para que seja uma gestão mais eficiente e esse resultado chegue diretamente ao produtor rural”, afirma.
Em Minas Gerais, aproximadamente 30 cooperativas fazem parte da Fecoagro. Para o presidente da Calu, Cenyldes Moura Vieira, é importante que a cidade tenha representantes na federação. “Faço parte do conselho da Fecoagro com o objetivo de projetar, não só a cooperativa, mas também a cidade e a região. É uma forma de chamar atenção para as nossas necessidades”, ressalta.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *