VASQUINHO É EMPOSSADO NA FECOAGRO VASQUINHO É EMPOSSADO NA FECOAGRO
Solenidade foi realizada em Patos de Minas, onde foi inaugurada a sede da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Leite de Minas Gerais. Vasco Praça Filho, o... VASQUINHO É EMPOSSADO NA FECOAGRO
Solenidade foi realizada em Patos de Minas, onde foi inaugurada a sede da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Leite de Minas Gerais.

Vasco Praça Filho, o Vasquinho, presidente da Coopervap, acaba de assumir oficialmente a presidência da Fecoagro Leite Minas – Federação das Cooperativas Agropecuárias de Leite de Minas Gerais, uma federação de grande importância para o produtor de leite. Tendo em vista o prestígio que marcou a solenidade realizada em Patos de Minas, ocasião em que foi inaugurada a sede da instituição, a Fecoagro comprova que já nasceu forte e segue seu rumo com fortes aliados.

SOLENIDADE
Com início marcado pela emoção, em razão da presença e do discurso do presidente da Cemil, João Bosco, que passa por tratamento de saúde, mas que fez questão de levar seu prestígio ao evento, a solenidade confirmou a tendência a ser seguida pela federação, ou seja, vai trabalhar com união na busca pelo fortalecimento do produtor de leite. Bosco destacou que aquele era um momento histórico para Minas e para o Brasil, deixando claro que a Fecoagro estava dando apenas o primeiro passo. “Não vamos parar por aqui, precisamos promover outras ações para que os produtores tenham maior êxito em suas atividades. No futuro o Brasil vai nos agradecer por isso”, afirmou João Bosco.
A oficialização da posse da primeira diretoria somada a inauguração da sede foi um passo firme e forte. Além de produtores e lideranças cooperativistas, deputados, prefeitos, vices e vereadores se fizeram presentes e confirmaram o apoio à federação.
O Deputado Estadual Felipe Atiê lembrou a necessidade de dar especial atenção ao setor e afirmou que a Fecoagro será importante nesse processo. “Temos sim que ter uma federação para defender o produtor de leite, o verdadeiro impulsor do nosso desenvolvimento”, disse Atiê.
O deputado estadual Fabiano Tolentino declarou ter certeza que através da Fecoagro e com Vasquinho à frente, haverá muitas melhorias para o setor, que clama até por segurança para trabalhar com tranqüilidade. “Com força e união iremos para frente. Parabéns Vasquinho, parabéns guerreiros”. Isabela Peres, coordenadora de projetos da OCEMG – Organização das Cooperativas de Minas Gerais, representou o Presidente Ronaldo Scucatto e pediu maior valorização às cooperativas. Ela declarou que a OCEMG tem orgulho em apoiar a Fecoagro e garantiu que vai ajudar muito a nova instituição.
Marcos Alves, gerente do Sebrae Noroeste, também afirmou que a criação da Fecoagro é um importante passo para o desenvolvimento regional. “É um grande avanço!” Exclamou.
Valdir Rodrigues de Oliveira, Diretor de Negócios da Coopervap e Presidente do Consórcio de Compras, lembrou que o cooperativismo vive um momento novo na sua história e garantiu que Vasquinho fará um trabalho extraordinário, fortalecendo cada vez mais o setor produtivo.
O prefeito de Lagamar, José Alves Zito, lembrou o sofrimento do produtor e pediu união em prol da classe.
Ronaldo Costa, prefeito de Dores do Indaiá, também se fez presente, ressaltou que a federação chega num bom momento e será muito importante no processo de valorização do produtor. O município de Paracatu foi oficialmente representado pelo Vice-Prefeito Adelson Cunha, que reforçou o coro em favor da união das cooperativas em prol dos produtores. “Temos que lutar para mudar o que aí está. Se o governo não atrapalhar, já estará nos ajudando bastante”, garantiu Cunha.
O vice-prefeito de Coromandel, Marcos Nacif Junior, afirmou que a Fecoagro será importante para todo o Brasil, uma vez que vai garantir aos produtores condições para uma vida mais digna. O vice-prefeito de Patos de Minas representou o executivo local, deu as boas vindas e desejou êxito à nova federação. Dezenas de outros municípios mandaram representantes.

1º PRESIDENTE
Vasquinho, o primeiro e atual presidente da Fecoagro Leite Minas foi incisivo no seu discurso. Ele criticou algumas decisões tomadas em Brasília e disse que a federação vai lutar com unhas e dentes para mudar a realidade dos produtores. “Alguns homens lá em Brasília esquecem que a riqueza do nosso país sai da força do produtor, vamos trabalhar também no sentido de mostrar isso a eles”, disse Vasquinho, criticando em seguida o modelo de importação do Brasil. “Um país auto-sustentável como o nosso não pode continuar importando leite da forma como está. O Mercosul está virando para nós um grande problema”. Ele destacou a presença dos deputados, bem como de outras lideranças, e pediu que mostrem ao país que Minas Gerais, hoje o segundo maior consumidor de leite do Brasil, não vai aceitar que as coisas continuem como estão. Vasquinho finalizou pontuando que algumas ações já estão em andamento e agradeceu a presença das lideranças e dos amigos afirmando que união será a palavra chave dentro da Fecoagro. “Não temos outro caminho a não ser andar unidos acreditando que podemos ter um país melhor”.
HOMENAGENS
O presidente da Coopervap e da Fecoagro Leite Minas, Vasquinho, prestou homenagens e foi homenageado. Ele destacou a importância de homens como João Bosco, presidente da Cemil, reforçando que o mesmo é uma liderança que motiva e que incentiva. No mesmo tom, Vasquinho foi homenageado por colegas e lideranças de Paracatu, através do gestor de cooperativismo e marketing da Coopervap, Geraldo Junior. Emocionado, Vasquinho declarou que o apoio dos amigos e familiares é o que mais te motiva.

Fecoagro ( foto )
O superintendente da Cemil e da Fecoagro, Nidelson Falcão, explicou o surgimento da federação, ocorrido num Fórum de Cooperativas realizado em São Paulo, e apresentou seu quadro de filiações que já se encontra com 22 cooperativas federadas. Nidelson disse ainda que foram necessárias 10 reuniões e visitas para elaboração do estatuto e ressaltou que a Fecoagro está com boa representatividade. “Eis o começo, que Deus nos abençoe”, finalizou.
Censo cooperativista ( foto )
Durante a solenidade, professores da Universidade Federal de Viçosa apresentaram o resumo de um censo que produziu ferramentas de conhecimentos das cooperativas. O documento vai dar um norte para novas ações e tomadas de decisões.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *