COOPERVAP – SINÔNIMO DE UNIÃO E CONFIANÇA! COOPERVAP – SINÔNIMO DE UNIÃO E CONFIANÇA!
DIRETORIA DE VASQUINHO E VALDIR É ELEITA EM CHAPA ÚNICA E ESTARÁ A FRENTE DA GESTÃO DA COOPERATIVA POR MAIS 3 ANOS! Ao iniciar... COOPERVAP – SINÔNIMO DE UNIÃO E CONFIANÇA!

DIRETORIA DE VASQUINHO E VALDIR É ELEITA EM CHAPA ÚNICA E ESTARÁ A FRENTE DA GESTÃO DA COOPERATIVA POR MAIS 3 ANOS!

Ao iniciar a Assembleia Geral Ordinária da Coopervap, realizada no último dia 25 de março no Parque de Exposições em Paracatu, o Presidente Vasco Praça Filho, o Vasquinho, pontuou uma série de ações da administração que fizeram a Coopervap vencedora mesmo diante de adversidades como clima, política de importação do Governo Federal, logística, entre outros. “A união, o amor pelo que fazemos e a força do trabalho de cada conselheiro, colaborador e cooperado fizeram da nossa Coopervap uma cooperativa sólida e muito mais forte”.
Vasquinho destacou que a atuação da Coopervap hoje se dá em 11 municípios de 2 estados da federação, capta cerca de 230 mil litros de leite por dia e paga uma das melhores médias líquidas pelo preço do leite. Teve um aumento significativo no quadro social, que recebeu mais de 150 novos associados em 2016, e abriu novos mercados para os Produtos Paracatu, hoje sendo comercializados em 3 estados brasileiros e no Distrito Federal. As diversas áreas comerciais da cooperativa passaram por melhorias e campanhas promocionais foram implementadas no sentido de continuar à frente da concorrência. Para tanto, Vasquinho destacou que foi preciso muito trabalho, além de investimentos da ordem de quase 12 milhões de reais em diversos setores como Usina de Laticínios, Fábrica de Rações, Hipermercado e Posto de Combustíveis.

Com os cooperados produzindo quase 80 milhões de litros de leite, 5 milhões a mais que 2015, a Coopervap fez sua parte e também conseguiu chegar aos melhores resultados, fechando o exercício de 2016 com mais de 26 milhões de reais em estoque e mais de 30 milhões aplicados. Seu índice de liquidez chegou a 1 real e 29 centavos, o que significa fortes ganhos.
O presidente Vasquinho afirmou que Paracatu e região aderiram às compras na Coopervap, com isso, todas as áreas comerciais deram lucro. O Hipermercado movimentou quase 53 milhões de reais, o departamento agrícola 65 milhões, e o departamento de pecuária apresentou forte recuperação, chegando a casa de 140 milhões de reais. No total, somados farmácia, postos de combustíveis e outros, a Coopervap chegou a quase 314 milhões de reais de faturamento bruto, chegando a um resultado de 8 milhões e 255 mil reais, que somados ao capital social sobe para mais de 11 milhões. Com resultados como estes, as contas tiveram sua aprovação recomendada pela auditoria independente e pelo Conselho Fiscal. A assembleia aprovou as contas por unanimidade, sem nenhuma ressalva e ainda destinou as sobras à disposição para novas melhorias na Fábrica de Ração e na Indústria de Laticínios, como queria a diretoria. “Entendemos que o melhor caminho é investir na industrialização”, justificou Vasquinho.

Tanto esforço empreendido e resultados jamais esperados em momentos de crise no país, reconduziram Vasquinho e Valdir aos cargos de Presidente e Diretor de Negócios da Coopervap por mais 3 anos, numa eleição sem adversários.
Valdir reafirmou o compromisso de continuar trabalhando muito pela cooperativa e falou da alegria por ter ficado 3 anos no Conselho de Administração, lembrou que os resultados ao longo desses anos foram muito satisfatórios, mas destacou que o resultado de 2016 foi fantástico. “Podemos afirmar que foi o maior resultado da história da Cooperativa, graças ao esforço da diretoria, dos colaboradores e dos cooperados”, disse Valdir. Ele afirmou que se dispôs a ficar no cargo mais 3 anos por estar ao lado de um homem honesto e transparente, referindo-se a Vasquinho, que por sua vez, também externou muita satisfação com os resultados. Ao agradecer a confiança dos associados, colaboradores e conselheiros, Vasquinho ressaltou que os cooperados estão cada dia mais otimistas e amadurecidos, o que é muito bom para a cooperativa.
O ex-presidente Edmundo de Sá, que tem se mantido fiel companheiro de Vasquinho e de Valdir, coordenou a votação das contas e ressaltou a tranqüilidade da assembleia. “Isso é devido a liderança que estes dois homens conquistaram junto a nós cooperados”, declarou Edmundo, afirmando que a responsabilidade do Presidente e do Diretor de negócios à frente da Coopervap se torna muito maior, uma vez que os cooperados aprovaram tudo que eles solicitaram.
O Comitê de Eleição formado pelos associados Jorge Albernaz, Adão Jerônimo Silva, Alberto Mendes Costa, Rui Pires Maciel e Paulo Aécio Silva, ficou atento ao estatuto quanto à eleição. Sem chapas concorrentes, tanto para o Conselho de Administração quanto para o Conselho Fiscal, a eleição transcorreu de forma muito tranqüila. O associado Alberto Mendes Costa, que presidiu o Comitê Eleitoral, informou que seguiria todos os trâmites, de acordo com as normas estatutárias, e não permitiu que a eleição fosse por aclamação. Às 3 da tarde, ele anunciou o fim da votação, e minutos depois o resultado.
Empresa paracatuense, a Coopervap desempenha um papel social de extrema relevância em Paracatu e região. Prova disso foi a declaração de um associado de Brasilândia de Minas, onde a cooperativa capta hoje 17 mil litros de leite/dia. “Perdemos muito dinheiro por causa da Coopervap”, disse o associado. Diante da curiosidade quanto aos motivos que os levaram a perder, ele emendou: “Perdemos por que a Coopervap não apareceu em Brasilândia bem antes”, declarou, arrancando aplausos dos participantes da assembleia. A captação do leite por parte da Coopervap gera divisas para milhares de famílias na região e mantém milhares de postos de trabalho. Além disso, a Coopervap gerou em 2016 mais de 42 milhões de reais em tributos, 9 milhões a mais que 2015.
De acordo com o presidente Vasquinho, 2017 será um ano de muito empenho. “Estamos muito esperançosos que o país vai voltar a crescer, vamos nos empenhar e fazer a nossa parte”. Ainda assim, Vasquinho recomendou cautela, pedindo aos cooperados que se preparem antecipadamente em relação a comida para o gado e que não passem o período de seca com grande rebanho na fazenda. Ele pediu ainda que os cooperados fiquem atentos quanto às previsões de clima. Sobre o leite, Vasquinho acredita que os preços vão se normalizar. “Precisamos e estamos correndo atrás de mudanças no sistema de importação, que prejudica muito a nossa cadeia leiteira”, finalizou.
Ao final da assembleia a Coopervap sorteou 5 novilhas e 5 vacas leiteiras entre os associados que assinaram o livro de presença. Os ganhadores vibraram muito com o prêmio. José Geraldo Resende, 2- Icaro Brochado Botelho; 3- Roberto dos Santos Celestino; 4- Valdemiro Monteiro dos Santos; 5- Maria do Carmo M. dos Santos Cardoso; 6- Marcelo Schettini; 7-Jerson Alves dos Santos; 8- Rivalino Felisbino Rosa; 9- Arnaldo Pereira da Silva; 10- Euler Gomes dos Santos
No relato de uma das sorteadas, a sra. Irene, emocionada disse: “Sou privilegiada por vocês, que são iluminados”, disse a associada.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *